MEU DIÁRIO

BLOG PESSOAL MARLI MAIA

Essências florais e fitoterapia, qual a diferença?


Essências florais e fitoterapia, qual a diferença?
Muita!!!


As essências florais, depois de produzidas, não terão os princípios ativos da planta em sua composição, apenas a frequência dela, sendo assim, não possuem super dosagem ou efeitos colaterais.
Meio confuso, né? Concordo.


Mas num momento mais oportuno prometo que explicarei melhor. Por hora, vamos começar pelo B+A=BA, de uma maneira bem simples, entendendo que as essências florais vêm “da alma” da planta para a “alma do ser humano”. É um “remédio” que vai atingir aquele corpo que vibra, aquele corpo que não tem uma máquina, um exame clínico que detecte que você está com raiva, com ciúmes, com medo, angustiado, etc. porque essas informações não estão no físico, mas sim, no “corpo emocional”, que só o ouvido de um terapeuta poderá identificar. Por isso tem que ser um remédio vibracional.


Já um fitoterápico é um medicamento feito exclusivamente de matéria-prima vegetal, lembrando que não poderá ser considerado um fitoterápico se o medicamento contiver substâncias ativas isoladas ou associados à extratos vegetais.


O fitoterápico tem um efeito farmacológico e é importante observar a quantidade correta que uma pessoa pode consumir para evitar intoxicações. Ao contrário do que se pensa ele faz mal, sim, podendo levar até à morte, se for usado de maneira inadequada.

Compartilhe:

Mais posts:

Me formei!

Graças ao amor que tenho pelas abelhas, eu me formei Tecnóloga em Apicultura e Meliponicultura! Sempre tive uma vontade enorme de unir a ciência ao

Floral para ressignificar a escassez

O medo que temos da escassez é aceitável até certo ponto porque ficamos alertas em relação aos nossos gastos desnecessários. Porém, muitas vezes, nos tornamos

Produtos Marli Maia