MEU DIÁRIO

BLOG PESSOAL MARLI MAIA

Terapia floral e a legislação

Em termos gerais, a Terapia Floral já é vista como uma atividade legal no país desde 2007.


Na verdade, ela nunca foi considerada ilegal, não há registro disso, porém só foi considerada como atividade econômica no ano citado.


Já a ANVISA diz o seguinte:

“Essências Vibracionais, informo que as essências florais, tais como apresentadas peIos Sindicatos e Associações Produtoras, não constituem matéria submetida ao regime de vigilância sanitária, a teor da Lei 6360, de 23/9/76 e seus regulamentos, não se tratando de medicamentos, drogas ou insumos farmacêuticos. Tal fato não exime, no entanto, a responsabilidade das empresas pela produção e comercialização dessas substâncias dentro dos padrões de qualidade adequados ao consumo da população.


Neste sentido, na comercialização e venda dessas substâncias, não podem ser apresentadas indicações terapêuticas com finalidades Preventivas ou curativas, induzindo o consumidor a erro ou confusão.”

Com isso, podemos concluir que estamos totalmente segurados quanto a funcionalidade, qualidade e legislação quando se trata de Terapia Floral.

Compartilhe:

Mais posts:

Me formei!

Graças ao amor que tenho pelas abelhas, eu me formei Tecnóloga em Apicultura e Meliponicultura! Sempre tive uma vontade enorme de unir a ciência ao

Floral para ressignificar a escassez

O medo que temos da escassez é aceitável até certo ponto porque ficamos alertas em relação aos nossos gastos desnecessários. Porém, muitas vezes, nos tornamos

Produtos Marli Maia