MEU DIÁRIO

BLOG PESSOAL MARLI MAIA

Colher o que planta

Quantas vezes já ouvimos alguém dizer: “Ah, eu comprei “tal coisa” porque eu mereço, né!!!”


E aí você observa a vida dessa pessoa e ela está toda endividada. Eu te pergunto: Essa pessoa é merecedora de quê? De dívida? Porque é isso que ela está dizendo para o seu inconsciente.


Ser merecedor não tem nada de divino, tem de trabalho, de propósito, de garra, determinação, administração, bom senso, enfim. Ser merecedor é ter pequenas ATITUDES que te levarão ao seu objetivo.


Se você quer ter um carro, por exemplo, e você não tem condições para comprar, toda vez que você for tomar um cafezinho, tire alguns trocados e diga: esse, é para comprar o meu carro. Abra uma poupança e deposite todos centavos que você economizar para este fim. E faça o mesmo em todas as suas atitudes.


Quando entrar no carro de alguém, pense, “meu carro já está a caminho, estou me organizando para isso! ” E se veja dirigindo o seu carro, sinta em seu rosto a sensação do vento em seu cabelo. VIBRE ESSE CARRO!


Muito antes do que possa imaginar alguém poderá, por exemplo, chegar até você e fazer uma oferta que caberá em seu bolso e seu tão sonhado carro chegará até você.


Você não precisou correr atrás dele, somente teve pequenas atitudes que o trouxeram até você e consciência do tempo que levaria visto que não naquele momento não era uma realidade palpável para você.


Isso se chama entrar em ressonância com o seu propósito. Ficar falando na frente do espelho eu quero um carro, eu quero um carro, colocar a foto de uma BMW, e por aí afora, vai trazer seu carro? Olha, não quero te desanimar, mas pode ser que ele não chegue nunca!


Principalmente porque ele não é a sua realidade. Alguém pode me perguntar: Ah, mas eu posso ganhar na loteria e comprar esse carro. Eu respondo: Claro, mas pelo menos você faz o jogo toda semana?


Na maioria das vezes a resposta é, Não!

Compartilhe:

Mais posts:

Me formei!

Graças ao amor que tenho pelas abelhas, eu me formei Tecnóloga em Apicultura e Meliponicultura! Sempre tive uma vontade enorme de unir a ciência ao

Floral para ressignificar a escassez

O medo que temos da escassez é aceitável até certo ponto porque ficamos alertas em relação aos nossos gastos desnecessários. Porém, muitas vezes, nos tornamos

Produtos Marli Maia